Postagem em destaque

terça-feira, 30 de abril de 2013

Thina Curtis: força na peruca e garras nas mãos


Thina Curtis é uma das maiores expressões femininas do circuito alternativo.
Mais que poeta, zineira e oficineira, é uma agitadora cultural, no melhor sentido da palavra.
Tendo em mãos seu fanzine Spell Work, comprovo ampla participação de mulheres que atuam no mercado artístico e cultural mas a publicação não é limitadora.
Desperta interesse em homens e mulheres pela variedade de entrevistas, estilos, textos, releases, enfim... é um zine com profundidade e pluralidade.
Thina também é conhecida por criar e organizar um dos eventos mais efervescentes do cicuito alternativo: a fanzinada.
Um claro exemplo de que sair da teoria é essencial para o fortalecimento da arte e da cultura underground.
Contatos: thinacurtis@hotmail.com 
http://spellworkfanzine.blogspot.com.br/ 

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Falta literartura aos escritores brasileiros

A afirmação acima é constatada diante da enorme quantidade de escritores lançando trabalhos independentes ou vinculados a pequenas editoras.
Pessoas que simplesmente relatam algo como se contassem para um amigo.
A falta de conhecimento e aprofundamento literário fica evidente não só pelas frases ou parágrafos curtos e pobreza no vocabulário.
Fica claro também a escassez de conhecimento no preparo da trama, na construção da linguagem e outros detalhes que comprometem romances, contos ou mesmo crônicas simples.
Uma amiga comprou o livro de uma vizinha que relatava acontecimentos de sua longa vida.
Ela não se sentia uma escritora; queria apenas registrar sua vivência e ver tudo isso encadernado e com uma capa bonita, para vender aos amigos e parentes com a finalidade única de reaver o dinheiro investido na gráfica.
Essa consciência simples falta para muitos que acreditam que ser escritor é apenas escrever algo e publicar.
Ledo engano.
Basta pesquisar autores consagrados e perceber que são pessoas que se dedicaram aos estudos e leram
grandes nomes da literatura.
Isso é essencial para a pessoa ter pelo menos uma auto-crítica em relação a capacidade de construir um bom trabalho literário.

domingo, 28 de abril de 2013

A Maria 4 chegou

Uma revista com trabalhos de Henrique Magalhães, Tônio e Edgard Guimarães dispensa comentários.
Acesse o site e faça seu pedido.
Satisfação garantida.
http://www.marcadefantasia.com/revistas/maria/maria-04/mariamag-04.htm


Maria Magazine
Henrique Magalhães
N. 4. João Pessoa: Marca de Fantasia: 2013. 36p. 14x20cm. R$8,00.
ISSN 1518-1669

sábado, 27 de abril de 2013

A Viagem e Felicidade: mesmo cenário

Já fui noveleira mas nos últimos anos só me lembro de ter acompanhado Ti ti ti por ser um remake.
Novelas atuais são incapazes de atrair minha atenção ao longo dos meses.
Esses dias, ao ver um capítulo ocasional da novela Felicidade (exibido pelo canal VIVA), notei uma pequena rua sem saída, de paralelepípedo e um grande portão na entrada.
Reconheci a pensão da Dona Cininha, a casa da Estela e da Lisa.
Imediatamente senti saudade da novela que se tornou inesquecível e fui pesquisar.
Na verdade, o cenário inicialmente foi usado para a novela Felicidade, exibida de outubro de 1991 até maio de 1992.
A Viagem foi transmitida na Globo de  abril de 1994 até outubro de 1994, sendo reprisada duas vezes
Mesmo assim, para mim, aquele cenário era e continuará sendo a rua da pensão da Dona Cininha e do núcleo popular da novela.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

O inferno é a lenha ou a gás?


Uma das tiras mais reproduzidas e divulgadas da Katita,  aborda um assunto que atemoriza muita gente: o medo de ir para o inferno.
Se o inferno existe, algo assegurado por muitos religiosos, como explicar que as pessoas irão arder no fogo do inferno se já estarão mortas e sem corpo físico para ser queimado?

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Amores Esgotados

Confesso que fiquei impressionada com a capa de Amores Plurais.
Temí que o trabalho do talentoso Shiko tivesse alguma rejeição ou não fosse evidente na intenção da publicação: focar o trabalho de autores variados, sobre a homossexualidade.
No início isso apareceu real pois chegaram a comentar comigo sobre a capa e alguns silenciaram de maneira reprovadora.
No entanto, quem comprou a publicação sabe que tem em mãos algo valioso, com artistas do Brasil e Portugal. 
Uma variedade de estilos e uma visão ampla sobre a diversidade sexual.
Maiores detalhes no site da editora:



quarta-feira, 24 de abril de 2013

O que seus amigos queriam?

Turminha adolescente: rapazes e garotas nascidos e criados em um bairro popular.
Roupas simples, gosto  musical semelhante, gírias e gestos comuns entre todos.
Certo dia, a mãe de uma das garotas conseguiu, através de uma prima, um emprego para a filha na região da Avenida Paulista, centro financeiro de São Paulo.
Em poucos meses a garota se tornou diferente da turma.
Falava o português corretamente, comentava que no horário de almoço adorava passar alguns minutos em uma enorme livraria e seu visual foi ficando mais bem cuidado.
Nos finais de semana já não se contentava com passeios na lanchonete do bairro ou na sorveteria da região.
Começou a fazer um cusro aos sábados, conheceu um pessoal diferente e passou a frequentar exposições, teatros, cinema e lugares muito distantes da realidade dos amigos de infância.
Foi rejeitada pela maioria que a classificava como esnobe quando queria convencê-los a ir no MASP ou na Pinacoteca
Alguns anos se passaram, os amigos ficaram distantes e só lhe restou a vizinha de parede.
Ela está terminando a faculdade, subiu de cargo na empresa e lamenta que a maioria dos amigos está limitada a uma vida pequena, sem grandes horizontes ou desejos.
Só uma dúvida ainda paira sua cabeça:
O que os amigos queriam?
Que ela perpetuasse a dura vida dos pais que estudaram pouco, trabalharam muito e atingiram a maturidade sem conseguir melhorias financeiras?
Será que os amigos queriam que ela continuasse sentada na calçada, batendo papo furado e contando os trocados para o sanduíche?
Isso pode ser bom por um breve período mas as pessoas tem o direito de querer uma vida melhor, mesmo que sua origem seja humilde.
Pensou, pensou e concluiu que amiga mesmo é a vizinha de parede que até se espelhou em seu exemplo e começou a agir por um futuro melhor.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Plau-Plau é fofo

Alê Dias é um artista visual.
Faz bonecos em papietagem para teatro, festas e eventos diversos, além de esculturas, máscaras e grafites.
O post de hoje, no entanto, vai focar em seu trabalho com o personagem Plau-Plau que em sua definição é: " um ursinho de pelúcia humano, demasiadamente humano".
Ao receber de suas mãos o pequeno fanzine, não imaginei que me renderia boas gargalhadas.
Plau-Plau tem sacadas inteligentes e em diversas tiras há uma identificação com temas da atualidade,  reflexões humanas e situações do cotidiano.
Quem quiser conhecer virtualmente esse personagem, pode baixar o app:

universo.mobi/smartiradas.do.plau-plau


E quem quiser conferir seu trabalho nas artes visuais, deve acessar:

http://oshqcenicos.blogspot.com

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Formiguinhas Felizes


Depois de participar do III Ugra Zine Fest, tive que encomendar mais publicações da Katita.
Ótimo para a editora. Mesmo atuando sem fins lucrativos, precisa de encomendas para que a engrenagem editorial continue funcionando.
Também solicitei algumas tiras e uma charge para o desenhista, Ronaldo Mendes.
Isso o estimula profissionalmente e o pagamento é mais que merecido.
Para uma grande editora, vender dezenas de publicações em dois dias de evento pode não significar muito mas para nós é um estímulo e tanto.
Somos formiguinhas carregando nossa folha, diante de gigantes editoriais mas quando nosso trabalho tem acolhida, somos formiguinhas turbinadas e felizes.

domingo, 21 de abril de 2013

Pode se preparar, vc vai ficar como eles...


Deitada no sofá e vendo atentamente um jogo da seleção sub 17, entre Argentina e Urugai, lembrei do meu pai.
Na época eu não entendia como ele assistia tudo quanto é jogo, acompanhando com a maior atenção do mundo, esparramado no sofá...
Hoje pela manhã, temendo que ela estivesse seca, fui regar a plantinha que dá flores em formato de abacaxis.
Indignada, pensei:
Justo eu que reclamo por minha mãe exagerar na quantidade de flores e plantas espalhadas pelo quintal...
Uma grande amiga se surpreende com atitudes do dia a dia, fazendo-a pensar que está repetindo as mesmas coisas do seu pai: vai trabalhar ouvindo notícias pelo rádio, passa na padaria, toma café expresso, compra o jornal e se interessa pela situação da Lusa no futebol (mesmo torcendo por outro time).
Pense bem antes de criticar seu pais; o tempo pode mostrar que vc ficará bem parecido com eles...

sábado, 20 de abril de 2013

Ela é branca!

Sabe aquela música pela qual você se apaixona e a paixão perdura no decorrer das décadas?
Aquela música que te faz viajar mas você nem se importa em pesquisar sobre quem canta?
Aconteceu comigo.
Bastava ouvir no rádio e imaginar uma negra linda, com voz potente e um coral em tons de chocolate.
Viajei tantas vezes mentalmente ao som dessa música...
A semana passada decidi pesquisar no you tube.
Quando ví a vocalista, fique surpresa.
Ela é branca.
Pois é, mulheres brancas também podem ter um baita vozeirão!
E meu coral em tons de chocolate?
Bom, no vídeo achei dois rapazes e uma garota.rs




Vale também conferir a vocalista em sua recente visita ao Brasil (2010).
Vejam a simpatia e paciência com que ela atende os fãs ao sair do camarim, depois do show.
Parece que os anos não passaram para ela...

 http://www.youtube.com/watch?v=PE2QTImVBQ4

sexta-feira, 19 de abril de 2013

VIRA-LATA merece seu apoio

Já participei de um bingo da ong Vira-Lata é Dez e posso assegurar que é divertido e tem um causa nobre.
Quem está em São Paulo(capital ou região) pode participar do próximo bingo.
Basta adquirir o convite através do telefone:
97394 8044 (Fátima)


quinta-feira, 18 de abril de 2013

As Bofinhas sofrem preconceito musical ou sexual?

Duda e Aline  se conheceram via facebook.
Assim surgiu a primeira dupla gay sertaneja do Brasil: As Bofinhas.
Alguns torcem o nariz ou fazem piadas e assim vai caminhando a carreira que já tem um considerável número de acessos no you tube.
Uns demonstram preconceito musical, alegando que o trabalho não é dos melhores mas até que as garotas cantam direitinho e a letra tem sentido, rimas, etc e tal.
Outros tem preconceito sexual pois elas mostram claramente sua orientação neste sentido.
Confira o clipe e decida se As Bofinhas vão fazer parte do seu acervo musical... 


quarta-feira, 17 de abril de 2013

Manteiga Aviação e a evolução

Lata original da Aviação (à esquerda) e nova embalagem que chega aos mercados (Foto: Divulgação)
Foto:divulgação

Desde minha infância, me acostumei a ver na mesa do café da manhã uma lata de manteiga Aviação.
Minha mãe sempre enfatizou que era uma manteiga de primeira qualidade mas eu preferia margarina, só utilizando a manteiga quando ia esquentar  o pão na frigideira, imitando o tradicional pão na chapa das padarias paulistas.
Sempre me incomodou a embalagem difícil de abrir, sendo necessário o abridor de lata.
Me incomodava também o fato de ver pontos de ferrugem na mesma, no decorrer dos dias.
Passamos a comprar a manteiga em embalagem plástica mas minha mãe reprovava o fato de que ela era exposta na geladeira do mercado, sendo que teria que ser guardada na geladeira de casa também.
Assim, foi com imensa satisfação que vi a velha e boa manteiga Aviação em embalagem de alumínio e com sistema abre-fácil(imagem à direita).
Lançada nos anos 20, a manteiga Aviação também precisou se adaptar a atualidade.
A mudança pode ter demorado a chegar mas chegou.
Vale um post no cafofo.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Kinder Ovo e Katita

Abrir uma publicação da Katita é como abrir um Kinder Ovo.
Definição perfeita.
Quem espera encontrar uma simples publicação de quadrinhos, se surpreende.
Quem acredita que lançamentos de quadrinhos não comportam textos esclarecedores, se surpreende.
Quem acha que malícia, ousadia e humor não combinam com respeito e diversidade sexual, se surpreende também.
Quem deduz que publicações baratas( entre 4 e 10 reais) são apenas superficiais, se surpreende mais ainda.
Asim sendo, é com prazer que percebo algo: quando uma pessoa adquire uma publicação da Katita pela primeira vez, tem reações surpreendentes e positivas.
Isso é constatado da seguinte maneira: a grande maioria que compra um título, acaba pedindo outro.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Ativista de mouse e rueiros de plantão

Atualmente existem duas correntes distintas:
O ativista de mouse, clica, curte e compartilha em favor de causas nobres como proteção animal,
doação de sangue, defesa do consumidor, etc.
Há quem critique, alegando que é uma maneira muito cômoda de atuar.
Por outro lado, os rueiros fazem barulho, participam de passeatas, estão nas ruas mostrando o quanto a ação popular pode ser forte.
Nos dois casos existe retorno favorável: as sacolinhas dos supermercados por exemplo(em SP), voltaram a ser cedidas na maioria dos estabelecimentos e a revolta explícita nas redes sociais contribuiu para isso.
Em outras questões, a massa nas ruas mostrou eficiência em situações variadas, onde a população estava sendo lesada.
No entanto, ações cotidianas também trazem benefícios para um povo considerado pacífico e com pouca mobilidade para lutar por seus direitos, salvo raras exceções em setores onde existe uma militância unida.
Boicotar o comerciante que cobra preços abusivos, estudar a vida de um candidato nas eleições, fazer tudo corretamente sem recorrer ao "jeitinho brasileiro" e respeitar leis e regras também faz parte das ações favoráveis na construção de uma sociedade justa e gerenciada pela população. 


domingo, 14 de abril de 2013

Grandes Espaços Para a Cultura Alternativa

Nos últimos anos participei de uma série de eventos, nos mais variados pontos da cidade.
Embarquei em algumas canoas furadas mas também vivenciei  realizações bem organizadas, onde  concluí que havia amor, competência e dedicação: trio essencial para bons frutos.
Os espaços existem, é preciso conquistá-los de maneira eficiente.
O Centro Cultural São Paulo é um local público onde a arte a a cultura convivem em harmonia.
A ótima localização, o acesso fácil e o bom suporte estrutural, contribui para a realização de eventos variados.
O III UGRA ZINE FEST, realizado nos dias 6 e 7 de abril, no CCSP teve sucesso comprovado;a localização foi apenas parte disso.
A equipe organizadora certamente se desdobrou, cresceu e mostrou que a cultura alternativa pode e deve ser tratada com carinho, saindo do pequeno círculo, para ganhar grandes espaços.


sábado, 13 de abril de 2013

XINGU: deveria ser exibido nas escolas brasileiras




 



Quem vê os noticiários relatando índios reivindicando direitos, talvez não saiba que essa é uma questão antiga.

Os legítimos donos da terra, depois da invasão, sofreram e sofrem diante do poder exercido pelo homem branco.

Assistir ao filme XINGU, dirigido por Cao Hamburguer, mostra o quanto o idealismo dos irmãos Villas Bôas  impediu que o destino dos índios brasileiros fosse ainda pior...

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Os Tesouros da Mãe Terra

Thiago Da Silva Mota
Thiago Silva
Com este poético título, Thiago Silva(graduado em Ciências da Computação e pós-graduado em Docência para o Ensino Superior), lançou uma publicação que merece atenção especial.
O pássaro Bandeirinha e seus amigos, nos colocam diante de uma triste realidade: o tráfico de animais silvestres.
O roteiro, muito bem desenvolvido, tem diálogos criativos e elementos inseridos para esclarecimento e entretenimento.
A saga de Bandeirinha e sua turma faz parte do projeto Chroma e será contada em 11 volumes.
Para conhecer melhor o trabalho:

www.projetochroma.net.br

quarta-feira, 10 de abril de 2013

FAÇA FANZINE

Julie(fotos de Thina Curtis)

Uma maneira simples, direta e barata de se expressar livremente.
Uma alternativa para expor, exprimir e agir de maneira ativa.
Mais que um "ativismo" de mouse(tão em moda atualmente), o zine pode alavancar sua vida, indo além da troca ou venda de uma publicação caseira.
Julie e seus zines no Centro Cultural SP
Julie começou a fazer seu zine em Ibiúna(SP)  e tornou-se uma das atrações do III Ugra Zine Fest, no Centro Cutural.
Um grande passo para uma transexual que, ao invés de ficar confinada em seu próprio meio, foi em busca de algo maior.
Elaborou seu zine e começou a divulgar em shows de rock.
O primeiro passo para algo crescente...

Sua vida está chata, sem graça e você não encontra espaço para se expressar?
Não desanime.
FAÇA  FANZINE.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Daniela Mercury, obrigada.

Na última quarta-feira (4), Daniela Mercury anunciou seu romance com Malu Verçosa, editora da Rede Bahia, ao postar uma foto em seu Instragram. Em comunicado, ela afirmou que resolveu comunicar o casamento com naturalidade (Foto: Reprodução) 

O assunto do momento é Daniela Mercury. Não por sua música nem por suas ações como Embaixadora da Unicef mas pela sua coragem em assumir seu relacionamento amoroso com outra mulher, Malu Verçosa.
Mais que um ato afetivo, é uma ação política em um momento delicado para o Brasil.
O Estado laico corre risco e o fundamentalismo religioso mostra as garras.
A atitude de Daniela Mercury é  benéfica para todos aqueles que desejam um país onde a diversidade sexual tenha o respeito devido e todos os integrantes da comunidade LGBTT tenham os direitos garantidos.
 

sábado, 6 de abril de 2013

É HOJE: um dia intenso no Centro Cultural

A partir das 12hs, a banca Cafofo da Katita (entrada da Biblioteca)estará no Centro Cultural São Paulo(Rua Vergueiro, 1000) com as publicações mais polêmicas do quadrinho nacional.
Além de todas as edições da Katita, adesivos e camisetas, um lançamento de peso: Amores Plurais
E às 16h 45m:
 “Fanzines, Sexualidade e Questões de Gênero”.
Mediação: Fernanda Meireles. Com Anita Prado, Julie e Henrique Magalhães.
Local: Praça das Bibliotecas



sexta-feira, 5 de abril de 2013

Venha comemorar com a gente

No III UGRA ZINE FEST, além de uma programação bacana, haverá um espaço reservado para a Feira de Zines e publicações diversas.
Lá havera um cafofo especial...
O Cafofo da Katita vai oferecer uma opção para quem tem dificuldade de encontrar produtos da personagem.
Adesivos, camisetas e todas as publicações da Katita.
Uma excelente maneira de comemorar os 18 anos da garota ousada e assumida do quadrinho brasileiro.
Apareça: dias 6 e 7 de abril, no Centro Cultural de São Paulo.
Estaremos lá a partir das 12 horas.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

O PRECONCEITO É UM DRAGÃO


Este texto, extraído de uma das publicações da Katita, mostra que uma edição de quadrinhos vai além da imagem e dos balões.
 
Não basta resumir o preconceito como um conceito prévio e errôneo, a respeito do que não se conhece verdadeiramente.
Ele não está presente apenas no âmbito sexual, racial ou religioso.
Seus malefícios atingem todos os setores possíveis e o dia a dia está repleto de ações aparentemente inofensivas.
A piadinha sobre a mulher ao volante, a brincadeira com a cor da pele do colega de trabalho e a associação de loira com falta de inteligência, também são atitudes preconceituosas.
Incluindo os constrangimentos causados ao obeso e apelidos dados aos nordestinos.
Para suavizar abordagens de um tema tão pesado, como o preconceito aos homossexuais, Katita utiliza o humor.
Ela está em paz com sua orientação sexual, desmistifica a visão da lésbica mal humorada e alfineta conceitos arcaicos, gerando riso e reflexão.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Latuff em todas as línguas






Seja na imagem, nas palavras ou no idioma, uma coisa é certa:
Latuff é genial, sensível e inteligente.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Bruce LaBruce: Profano, provocativo ou inconveniente?

Bruce LaBruce é um artista canadense que provoca reações exacerbadas.
Até coquetéis molotov foram jogados no interior de uma galeria espanhola, após a abertura da exposição Obscenity, em 2012.
Pelas imagens é possivel entender os motivos de tamanha revolta. Não justifica, no entanto, ações violentas.

http://1.bp.blogspot.com/-CC_UZP7cdIw/T1QP2X3dm-I/AAAAAAAANaM/S-_koG7W10g/s1600/Bruce%2BLaBruce%2B.arte_facto%2Bhereges%2Bpervers%25C3%25B5es%2B07.jpg